You are currently viewing As Constelações Ancestrais

As Constelações Ancestrais

Olá pessoal hoje vamos apresentar para você as Constelações Ancestrais:

Habitualmente, julgamos que o que nos acontece é da nossa responsabilidade ou culpa, ou a consequência do nosso passado pessoal.

Quando fazemos algo que não queríamos fazer, ou quando não fazemos algo que queríamos fazer, as constelações familiares e as representações eufónicas ensinam-nos que o que nos acontece não é da nossa responsabilidade, mas está ligado à influência de outros membros do nosso sistema familiar, através do que eles fizeram ou negligenciaram fazer… Por vezes, são antepassados que nem sequer conhecemos. Estamos entrelaçados com um membro do nosso sistema familiar.

É difícil observar estas influências de forma direta, no contexto da família. No entanto, elas podem ser causa de graves doenças corporais como o câncer, ou de sérios problemas psicológicos como a depressão, ou ainda de acidentes, falhas repetidas ou dificuldades recorrentes.

A prática das representações eufónicas ou constelações familiares torna visíveis certos membros da nossa família e certos antepassados, ao pôr em evidência as influências que eles podem ter sobre nós.

Segundo Idris Lahore

“As constelações tais como as imagino é passo adiante é uma forma de entrar em contato com a memória ancestral que existe em nós e que, se a conseguirmos equilibrar um pouco, permite-nos viver de uma forma mais harmoniosa nossa vida atual.”

O Samadeva sistêmico nos ensina que todos os ancestrais continuam a viver em nossas células por meio do nosso código genético, por meio da hereditariedade.

Cada um de nós carrega fisicamente em si, seus ancestrais, mas não apenas fisicamente…

Muitas vezes permanece uma espécie de memória do que viveram nossos ancestrais, e a maneira como lidaram com situações traumáticas podem influenciar nossa maneira de pensar, como nos sentimos ou como agimos, em situações extremas – às vezes chamada de memória epigenética.

Ás vezes vivemos algumas situações e pensamos que esse é o nosso destino ou a nossa vida, porém elas vêm do entrelaçamento com um ancestral, e esse entrelaçamento nos obriga a agir de uma determinada maneira e nos encontrar em situações semelhantes ás de um ancestral falecido, com as quais é muito difícil conviver .

Muitas das dificuldades recorrentes que encontramos na vida profissional, social ou doméstica podem ser atribuídas a fatores ancestrais.

Podemos equilibrar esses fatores por meio das constelações de nossos ancestrais para transformar suas influências negativas e receber apenas o poder da vida de nossos ancestrais.

Algum homes, por exemplo, tem a sensação de que estão isolados do poder masculino de sua espécie, eles não conseguem se realizar ou se afirmar em seus projetos. Como se em algum lugar, houvesse uma ruptura com a fonte de poder do clã, e esse poder não os alcançasse.

Quanto às mulheres, quando elas se sentem excluídas do poder feminino de sua espécie e não conseguem viver plenamente sua vida como mulher, sua feminilidade.

Talvez a marca do sofrimento que as mulheres oprimidas, que viveram que foram espancadas, estupradas, reprimidas, ainda vivam em suas almas. Portanto elas não ousam mostrar a sua feminilidade por meio de serem negligenciadas, maltratadas, não reconhecidas ou não respeitadas.

Muitos homens e mulheres que vivem essas dificuldades em suas vidas, encontram suas causas nos acontecimentos de hoje, mas na realidade carecem da força que vem do clã ancestral.

Idris Lahore também nos diz:

‘’Por meio das constelações dos ancestrais, podemos restaurar o contato com essa força biológica de nossos ancestrais ou a fonte do poder de nossos ancestrais’’

Please follow and like us:
Pin Share

Deixe um comentário